terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Saiu o campeão da ABBI Brazil na Futurity

O garrote Rio Nascente da Genética T4 faturou o título da ABBI Brazil na categoria "Futurity"

Em seu primeiro ano no Brasil, a ABBI consagrou seu primeiro campeão: Rio Nascente, garrote de propriedade da Génetica T4 (Emerson Leonardo "Turu"). O animal faturou o título na categoria "Futurity" (2 a 3 anos), além de faturar a fivela do evento. A final da ABBI Brazil foi disputada no último domingo em São José do Rio Preto, precisamente na UNIRP (Centro Universitário de Rio Preto), e contou com a presença de 28 animais.
No campeonato, Rio Nascente somou 558,50 pontos, contra 547,25 do garrote Ataque de propriedade de Juliano Pastorelli. No evento, os dois animais também ficaram em primeiro e segundo. Rio Nascente somou 151,25 pontos contra 146,00 pontos do Ataque.
Este foi apenas o primeiro ano da ABBI Brazil, e como pudemos ver, foi um ano de sucesso. Em 2011 mais animais estarão disputando os eventos da ABBI Brazil, seja na categoria Futurity ou na Classic. Ou seja: este é só o começo de uma das partes que envolve o 3º esporte mais popular Brasil.

Bushwacker



Hoje, um dos grandes touros do mundo. Bushwacker, apesar de sua juventude, hojé é um dos touros mais do planeta. O touro de Julio Moreno faturou o título da ABBI Classic em 2010, e ficou na segunda posição na disputa de "Touro do Ano" pela PBR. Assista ao vídeo, e saiba um pouco mais sobre esta máquina!

terça-feira, 30 de novembro de 2010

Jeff Robinson



Conheça um pouco mais da vida, e da rotina do maior "Stock Contractor" do mundo. Um dos maiores tropeiros do planeta abre a porteira de seu rancho para os fãs da PBR.

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

David Kennedy conquista o bicampeonato australiano

Aos 26 anos, Kennedy se tornou o primeiro bull rider a conquistar dois títulos consecutivos da PBR Australia

David Kennedy conquistou bicampeonato da PBR Australia no último sábado em Tamworth com uma diferença de apenas 824,00 pontos para o vicecampeão Cris Lowe Uralla. Kennedy comemorou o título depois de parar no touro Super Fly da Baillie Rodeo Company (foto). Com vitória, o australiano embolsou cerca de $ 60.000,00 mil dólares, o quê o classifica para BFTS em 2011. Kennedy também se tornou o primeiro bull rider a conquistar dois títulos consecutivos da PBR Australia
Outro que comemorou foi Ben Jones. O australiano que faz sucesso nos EUA com sua dança engraçada nas comemorações, superou os vinte e cinco competidores que disputaram o evento, e faturou a fivela. O americano Luke Snyder ficou na segunda posição com 3,0 pontos de diferença para Jones.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Tragetória de Campeão



Assista esta ótima matéria feita pela reporter do Canal Rural Renata Ryff Moreira na Final do Brahma Super Bull PBR em Campo Grande-MS. Uma grande homenagem ao Campeão Brasileiro da PBR Elton Cide Pereira.

Aaron Roy conquistou o bicampeonato canadense, e Mike Lee venceu o evento

O canadense Aaron Roy faturou o bicampeonato, e o americano Mike Lee faturou a fivela do evento

Aaron Roy, hoje, o melhor bull rider canadense. Aos vinte e três anos, Roy conquistou o bicampeonato (2008/2010) da PBR Canadense. O número 16 do mundo superou Zane Lambert na Final parando nos três touros que montou no evento, ou seja, cem por cento de aproveitamento em Saskatoon. Com a vitória, Aaron Roy faturou $ 70.000,00 mil dólares, e de quebra se tornou o primeiro canadense a conquistar dois títulos nacionais.
Outro que obteve cem por cento de aproveitamento, e faturou a fivela do evento foi o americano Mike Lee. O Campeão Mundial de 2004 ultrapassou o brasileiro Robson Palermo no short go, e venceu o evento. Palermo havia vencido os dois primeiros rounds, liderava o evento, mas caiu de seu touro no short go. Com a vitória, Mike Lee faturou $ 15.827,00 mil dólares.


sábado, 20 de novembro de 2010

O brasileiro Robson Palermo venceu o round 1 do "Canadian Finals"


Robson Palermo largou na frente em Saskatoon, e lidera o Canadian Finals que premiará o campeão com mais de $ 13.000,00 mil dólares

Robson Palermo venceu o round 1 de Saskatoon, e lidera o PBR Canadian Finals. A bordo do touro Wango Tango Palermo somou 88,50 pontos. Em segundo ficou o mexicano Rocky McDonald com 87,50 a bordo do touro Forget Me Not. Wiley Petersen foi o terceiro, Servi Torturo e Harve Stewart empataram na quarta posição.
Os dois primeiros colocados disputaram o "Wrangler Challenge of Champions bonus", um round extra como acontece na PBR Brasil, e que aquí é conhecido como "Duelo Brahma". Mais uma vez Palermo venceu, e faturou $ 9.000,00 mil dólares nesta disputa. O brasileiro também somou a maior nota do evento: 92,50 pontos a bordo do touro Masterfeed's Gun Powder & Lead. O mexicano Rocky MacDonald caiu do touro VJV Slash.
Hoje será o último dia de competição no Credit Union Center com as disputas do round 2 e o short go. Hoje saberemos quem faturar as fivelas de campeão ( nacional/evento), e quem vai embolsar os prêmios que ultrapassam os $ 80.000,00 mil dólares.

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Começa hoje o "PBR Canadian Finals"

Mais uma final dos campeonatos da PBR começa hoje. Dessa vez, é a PBR Canadá que realiza sua final

Trinta e cinco competidores darão início hoje a busca pelos títulos de Campeão Canadense, e Campeão do "Canadian Finals", onde os vencedores vão embolsar mais de $ 80. 000,00 mil dólares. Na disputa pelo título nacional, são trinta competidores na disputa. Assim como no BFTS e na PBR Brasil a disputa pelo título está apertada. Os três primeiros colocados estão separados por 347,00 pontos apenas. Zane lambert lidera o campeonato seguido por Aaron Roy e Tyler Thomson, três grandes competidores na disputa direta pelo título nacional, e o prêmio de $ 70.000,00 mil dólares.
Para a disputa da Final, a PBR Canadá convidou cinco competidores estrangeiros para disputar o evento: Mike Lee, Robson Palermo, Ryan McConnel, Rocky McDonald e Travis Briscoe. Teoricamente eles são os favoritos para vencer o evento, já que das últimas quatro edições, os estrangeiros venceram três, incluindo a última em 2009 onde o brasileiro e Campeão Mundial Guilherme Marchi faturou a fivela.
Hoje, 20:00h no horário local, o Credit Union Center em Saskatoon começa a tremer com as disputas na arena rumo a conquista de mais duas fivelas importantíssimas da PBR. O evento será disputado em dois rounds regulares mais o short go.

Top 30 National Standings Qualifiers

1. Aaron Roy, Yellow Grass, SK
2. Tyler Thomson, Black Diamond, AB
3. Zane Lambert, Westbourne, MB
4. Scott Schiffner, Strathmore, AB
5. Vince Northrop, Norquay, SK
6. Devon Mezei, Botha, AB
7. Harve Stewart, Stephenville, TX, USA
8. Zac Peterson, Velva, ND, USA
9. Dusty Ephrom, Arcola, SK
10. Tyler Pankewitz, Warburg, AB
11. Reese Cates, El Dorado, AR, USA
12. Kyle German, Crossfield, AB
13. Mark Lopes, Sutter Creek, CA, USA
14. Ross Lewis, Beulah, ND, USA
15. Jesse Torkelson, Winfield, AB
16. Jason Finkbeiner, Wardlow, AB
17. Chad Besplug, Claresholm, AB
18. Tanner Girletz, Cereal, AB
19. Ned Cross, Midland, OR, USA
20. McKennon Wimberly, Cool, TX, USA
21. Sevi Torturo, Oklahoma City, OK, USA
22. Jared Farley, Kempsey NSW, AUS
23. Cody Campbell, Odessa, TX, USA
24. Daniel Hansen, Fort St. John, BC
25. Nathan Schaper, Grassy Butte, ND, USA
26. Chad Denton, Oroville, CA, USA
27. Ty Pozzobon, Merritt, BC
28. Beau Hill, West Glacier, MT, USA
29. Cody Ford, Hermiston, OR, USA
30. Brian Hervey, Vulcan, AB

5 PBR World Standings Invitees

1. Mike Lee, Decatur, TX, USA
2. Robson Palermo,
Rio Branco, Acre, BZ
3. Ryan McConnel, Colgate, OK, USA
4. Rocky McDonald, Col. Juarez, Mexico
5. Travis Briscoe, Edgewood, NM, USA

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Bones e Agressivo, os dois melhores touros do mundo em 2010

Bones


Agressivo


Um conquistou o título de "Touro do ano" pela segunda vez nos EUA. O outro, conquistou pela primeira vez no Brasil. Eles são hoje dois dos touros mais duros do mundo, e comprovaram isso em 2010

Bones e Agressivo, duas máquinas de pulo que entram para história da PBR como dois dos touros mais duros da história. Bones tem na carreira apenas três paradas na PBR. O touro Bicampeão Mundial (2008/2010) de Tom Teague entrou para a história se tornando o terceiro touro a conquistar mais de um título na PBR. Apenas Dillinger (Bicampeão 2000/2001) e Little Yellow Jacket (Tricampeão 2002/03 e 04) alcaçaram esse grande feito.
Outro que começa a escrever sua história é o touro Agressivo. O touro do Paulo Emílio se consagrou como um dos touros mais duros do planeta, conquistando de forma invícta o título de "Touro do Ano" pela PBR Brasil. Na Final em Campo Grande o touro conquistou uma nota 46,00 e outra 46,50. Com um estilo complicado de ser montar, Agressivo entra para o grupo de touros históricos como Bodacious, Oscar, Bandido e Silverado.
Bones e Agressivo são hoje dois dos touros mais duros do mundo, poucos animais estão no mesmo nível hoje. Para ser sincero, talvez nenhum animal esteja no nível deles hoje, afinal, eles são os "Touros do Ano" em 2010.

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Elton Cide é o Campeão Brasileiro de 2010 da PBR

O "Complicado" faturou a fivela mais importante do Brasil, e carimbou seu passaporte para os EUA

Elton Cide Pereira, 30 anos, natural de Populina-SP. Ontem, esse grande competidor deu um passo importante em sua carreira conquistando um dos títulos mais importantes do mundo: o título de Campeão Brasileiro da PBR.
Elton Cide chegou a Campo Grande na viceliderança do campeonato com 150,00 pontos apenas atrás do então líder Roberlei Val, e acabou o campeonato com 2.024,42 pontos na frente. Roberlei parou em apenas dois touros dos seis que montou, terminando o campeonato na terceira posição artrás também de Wesley Lourenço. Wesley aliás liderava o campeonato até o round 5 quando sofreu um grave acidente. Mesmo machucado, o "Tsunami Goiano" montou em seu touro no round 6, mas não parou, e não se classificou para o short go. Com três paradas em seis montarias, Wesley terminou o evento na décima primeira colocação, ficando com vicecampeonato.
Com a fivela de Campeão Brasileiro, Elton Cide faturou o prêmio de R$ 150.000,00 mil reais. Esse dinheiro revertido em dólar, ultrapassa a quantia de $ 87.000,00 mil dólares. Como a Final Brasileira foi realizada depois da Final Mundial, esse diheiro será contabilizado no ranking da PBR para a temporada 2011. Portanto, o "Complicado" já está classificado para o top40 mundial (BFTS), e para a PBR World Finals 2011 em Las Vegas.
Outro que pode estar calssificado para o BFTS é Edimundo Gomes. O Campeão Brasileiro de 2008 venceu o evento de Campo Grande, e faturou R$ 32.840,00 mil reais. Edimundo se consagrou como um dos cowboys mais consistentes do mundo sendo Campeão Brasileiro em 2008, vicecampeão em 2009 e Campeão da Final em 2010. Nesta temporada Edimundo terminou a temporada na quarta posição, e pode estar embarcando para os EUA no próximo corte do BFTS em fevereiro para disputar a etapa de Oklahoma.
Os fãs de Oklahoma poderão estar vendo também a estréia de mais um brasileiro no BFTS: Lucimar Laureano. O goiano de Acreúna faturou o título de "Rookie of the Year" pela PBR Brasil com mais de R$ 63.000,00 mil reais ganhos na temporada. Revertido em dólar, essa quantia passa dos $ 36.000,00 mil dólares. Portanto o campeão de Rio Verde 2010, poderá estar em Oklahoma City no dia 11 de fevereiro fazendo sua estréia na OKC Arena.

Touros

O título de "Touro do Ano" pela PBR Brasil ficou em ótimas mãos: Agressivo do Paulo Emílio. O touro mais duro do Brasil superou o touro Mistério do Júnior Zamperlini por 0,50 pontos e faturou a fivela.
Agressivo somou 46,00 pontos na primeira sáida (round 3), e 46,50 pontos na segunda (short go). Mistério somou 46,50 pontos na primeira saída, e 45,50 pontos na segunda, onde Fabiano Vieira parou, e somou a maior nota do evento: 91,75 pontos.
Agressivo está invícto, e pelo jeito continuará por um bom tempo. O touro do Paulo Emílio é o mais duro Brasil. Paulo Emílio que a exemplo de Jeff Robinson faturou o título de "Tropeiro do ano". Merecido, já que nos EUA e no Brasil os dois "Stock Contractors" tem a melhor boiada da PBR.

sábado, 13 de novembro de 2010

Wesley Lourenço vence o round 3 e se isola na liderança do campeonato

O "Tsunami Goiano" está invícto em Campo Grande. Com a vitória no round 3, ele abriu uma boa vantagem para Elton Cide e Roberlei Val

Três montarias e três paradas. Essa é o situação de Wesley Lourenço que venceu o round 3 e disparou a liderança do campeonato. Wesley somou 90,50 pontos a bordo do touro João de Barro do Júnior Zamperlini. Na segunda posição quatro competidores ficaram empatados: Paulo Lima, Claudio Crisostomo, Wallace Vieira e Eduardo Aparecido Silva, todos com 89,00 pontos.
Com a vitória neste round, Wesley faturou mais 300 pontos, a ampliou sua vantagem para o vicelíder Elton Cide para 433,33 pontos. Elton e Roberlei caíram de seus touros neste round, mas continuam na sugunda e terceira posição respectivamente.
Na disputa pelo título do evento, os quatro primeiros colocados estão invíctos. Edimundo Gomes lidera a disputa com 268,00 pontos. Em segundo está Marco Antonio Eguche com 266,oo pontos. Wesley Lourenço vem em terceiro com 264,75 pontos, e Fabiano Vieira é o quarto com 249,75 pontos.

Touros

Vinte e dois touros estão na disputa pela fivela de touro ano pela primeira vez na PBR Brasil. E o touro Mistério do Júnior Zamperlini está na liderança nesta disputa. Ontem Mistério somou 46,50 pontos ao derrubar o competidor Robson Aragão. O touro Agressivo do Paulo Emílio é o segundo colocado com 46,00 pontos. Nesta disputa serão somadas as duas melhores notas, e o touro campeão será aquele que somar o maior número de pontos nessas duas notas.
Hoje acontece a disputa do round 4 que será transmitido em tempo real pelo site da PBR Brasil

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Mais um "Rookie" venceu o round 2 de Campo Grande

Depois de Eguche, o "Rookie" de 2008 pela PBR Brasil vencer o primeiro round, Silvano Alves, o Rookie de 2010 pelo Built Ford Tough Series venceu o round 2 de Campo Grande

Se a quarta-feira a boiada deu um show na arena de Campo Grande, ontem foi a vez dos cowboys. Das quarenta montarias de ontem, os competidores pararam em dezoito. Ou seja, foram 39,6% de aproveitamento da peonada. Outro detalhe deste belo desempenho, foram as notas obtidas neste round. Das dezoito paradas, onze foram apartir dos 88,00 pontos. Nem na Final Mundial vimos algo parecido. Isso mostra que tanto os competidores como os touros, todos estão a "ponto de bala"!
Os maiores destaques foram os três primeiros colocados que somaram notas na casa dos 90,00 pontos. Silvano Alves venceu o round 2 com 90,75 pontos a bordo do touro Arruma Mala do Silmar Colombo. Em segundo ficou Edgard Lazaro com 90,25 pontos montando o touro Mássimo do Paulo Emílio. Na terceira posição ficou Edevaldo Ferreira com 90,00 pontos a bordo do touro Magnífico também do Paulo Emílio.
Na disputa pelo título do evento, Edimundo Gomes é o líder com 179,25 pontos seguido de perto por Eguche com 179,00 pontos. Silvano Alves assumiu a terceira posição com 176,50 pontos. Já Wesley Lourenço e Elton Cide estão apenas na quarta e quinta posição respectivamente.
No campeonato a situação dos dois é diferente. Wesley e Elton ultrapassaram Roberlei Val e assumiram as duas primeiras posições. Wesley é o novo líder com 8.317,00 pontos, e Elton Cide é o segundo com 8.724,50 pontos. Os dois estão com cem por cento de aproveitamento na Final. Já Roberlei Val não parou em nada até agora, mas ainda está na terceita posição com 111,33 pontos apenas de diferença para o líder. O "Branco" ainda está na briga.
Dos touros o destaque foi o touro Cativeiro da Santa Bulls que somou 46,50 pontos ao derrubar o Campeão de Rio Verde Lucimar Laureano. Em segundo ficou o touro Corrosivo do Wilsinho Salaroli com 46,00 pontos.
Hoje acontece a disputa do round 3, que será transmitido em tempo real pelo site da PBR Brasil apartir das 22:00h.

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Rookie de 2008 venceu o round 1 em Campo Grande

Marco Antônio Eguche venceu o round 1 da Final em Campo Grande, e está na liderança do evento

O japonês cravou a rozeta no touro João de Barro do Júnior Zamperlini, e somou 90,50 pontos na arena de Campo Grande. Marco Antonio Eguche fez chover papel já no primeiro round da Final da PBR Brasil.
Em segundo ficou o Campeão Brasileiro de 2008 Edimundo Gomes. A bordo do touro Top de Linha também do Júnior Zamperlini, Edimundo somou 90,00 pontos. Um dos candidatos a "Rookie of the Year 2010", o goiano Lucimar Laureano ficou na terceira posição com 88,50 pontos a bordo do touro Cafageste do Paulo Emílio.
Na disputa pela liderança do campeonato, o negócio ficou mais apertado ainda. A diferença do primeiro colocado Roberlei Val para o terceiro Elton Cide, é de apenas 19,25 pontos. Ou seja: quase nada. Roberlei acabou caindo do ótimo touro Duelo da Fortaleza neste round. Já Wesley e Elton pararam em seus touros e encostaram ainda mais no líder. Wesley foi o sétimo colocado com 86,00 pontos a bordo do touro Mulçumano da Cia. Terremoto. Elton foi o nono colocado com 85,75 pontos montando o touro Pit Bull da Cia. Peninha.
Hoje acontece a disputa do round 2, e mais uma vez o chão vai tremer em Campo Grande.

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Veja os 40 classificados para a Final em Campo Grande

Veja os quarenta competidores que vão em busca das duas fivelas mais cobiçadas do Brasil na temporada

Grandes competidores vão em busca das duas fivelas mais cobiçadas do Brasil na temporada 2010 em Campo Grande-Ms. Afinal, o Campeão do evento, e o Campeão Brasileiro vão faturar o suficiente para classificá-los para o campeonato mundial. Mas competidores que já estão disputando o mundial, também vão disputar o evento. É o caso de competidores como Valdiron de Oliveira, Silvano Alves e Paulo Lima, que foram campeões em Americana este ano pela PBR Brasil, e se classificaram para a Final brasileira. Outro "trio" que promete são esses da foto acima: Roberlei Val, Wesley Lourenço e Elton Cide. Os três estão separados por apenas 198,00 pontos na liderança do campeonato, e com isso vão em busca do título brasileiro, e do belo prêmio de R$ 150.000,00 mil reais.

Classificados

1 Wesley Lourenço Santo Antonio da Barra - GO R$ 155.431,32
2 Roberlei Val Catanduva - SP R$ 64.534,80
3 Lucimar Laureano Acreúna-GO R$ 62.587,36
4 Matheus Júnior Iaciára - GO R$ 61.005,41
5 Rubens Barbosa Uberlândia - MG R$ 47.311,00
6 Elton Cide Populina - SP R$ 46.676,29
7 Douglas Ferreira Chapadão do Sul - MS R$ 44.244,20
8 Marcos Fernando Patrocínio - MG R$ 43.498,25
9 Edevaldo Ferreira Andradina-SP R$ 38.142,28
10 Edimundo Gomes Atibaia - SP R$ 34.198,12
11 Silvano Alves Pilar do Sul - SP R$ 32.850,40
12 José Donizete São José dos Campos - SP R$ 27.486,21
13 Odailton Andrade Socorro - SP R$ 25.410,88
14 Marco Ant. Eguche Poá -SP R$ 24.460,77
15 Magno Alves Santana do Araguaia-PA R$ 24.352,90
16 Adriano Benvindo Patrocínio - MG R$ 24.111,34
17 Paulo Cesar Ferreira Bezerros-PE R$ 23.390,25
18 Wagner Elias Arcos - MG R$ 22.834,68
19 Jeferson Tabareli Ilha Solteira - SP R$ 20.569,12
20 Marcos Damaceno Iturama - MG R$ 19.059,33
21 Daniel dos Santos Piracicaba - SP R$ 18.656,00
22 Edgard Lazaro Londrina - PR R$ 17.637,40
23 Lindomar Lino Anápoles - GO R$ 16.551,26
24 Edimilson Gonçalves São José do Rio Preto - SP R$ 16.409,43
25 Cláudio Crisostomo Barro Alto - GO R$ 16.349,08
26 Paulo Vítor Ibirapuan - BA R$ 13.864,62
27 Eder Junior São José do Rio Preto - SP R$ 13.859,41
28 Valdiron de Oliveira Aparecida de Goiânia - GO R$ 13.640,00
29 Paulo Sergio Marinho Taubate - SP R$ 13.576,93
30 Marcos Antônio Braghiroli Populina - SP R$ 13.563,00
31 Márcio Chaves Botucatu - SP R$ 12.644,72
32 Roberto Rivelino Paranaiba - MS R$ 12.396,56
33 Davi Henrique Silva Mirante do Paranapanema-SP R$ 11.854,92
34 Eduardo Aparecido Silva Gouvelândia - GO R$ 11.818,40
35 Hailton Cesar Jaguariuna - SP R$ 11.580,80
36 Julio César Rodrigues S. J. Rio Preto - SP R$ 10.756,53
37 Marcos Roberto Monte Azul Paulista - SP R$ 9.941,36

Internacional

38 Robson Aragão Aracaju SE $40.996,27
39 Wallace Vieira Goiania - GO R$ 3.929,20
40 Fabiano Vieira Pérola - PR R$ 8.125,70

Começa hoje a "PBR Brazil Finals"

Começa hoje a 5ª edição da Final da PBR Brasil em Campo Grande-MS. Serão seis dias de competição em um evento que promete muito

Esta é a quinta temporada do Campeonato Brasileiro da PBR. Ano após ano o campeonato vem melhorando, em todos os quesitos: Competitividade, visibilidade e principalmente economicamente. Este ano com o patrocínio da BRAHMA, a PBR Brasil já distriuiu quase R$ 3.000.000,00 milhões de reais, provalmente um recorde para a modalidade no Brasil. E na final serão distribuídos mais R$ 300.000,00 mil reais.
No quesito "visibilidade" o mérito fica por conta do Canal Rural que proporcionou ao público a oportunidade de acompanhar o campeonato de perto, com transmissões de todas as etapas, sendo mais de dez ao vivo.
No quesito competitividade o Brahma Super Bull PBR se consolidou com um dos maiores do mundo. O campeonato foi acirrado durante toda a temporada, sendo que nesta temporada os três primeiros colocados chegam a final com uma diferença de apenas 198,00 pontos. Roberlei Val, Elton Cide e Wesley Lourenço chegam a Campo Grande "embolados" na disputa pelo título brasileiro.
O evento começa hoje com a disputa do round 1, e se encerra na segunda com a disputa do short go que será transmitido ao vivo pelo Canal Rural. Serão sete rounds de muita disputa, numa Final que promete ser a melhor de todas. Boa sorte a todos!

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Brasileiros venceram os maiores eventos da PBR nos EUA

Esta temporada do Built Ford Tough Series sem sombra de dúvidas foi "verde e amarela". Os brasileiros venceram os principais eventos, e claro, o campeonato mundial

O domínio brasileiro na temporada 2010 em relação aos eventos de maior premiação começou ainda em 2009, quando o Campeão Mundial Guilherme Marchi venceu o "Challenger Tour Finals". Este evento foi o primeiro da atual temporada, apesar de ter sido disputado no ano passado, em Atlanta. Na ocasião, Guilherme embolsou $ 210.000,00 mil dólares, começando o campeonato na liderança.
Logo em seguida, Valdiron de Oliveira venceu o primeiro "Iron Cowboy" realizado este ano pela PBR. Um evento inovador, onde as disputas foram no estilo "mata-mata". Os competidores travaram duelos diretos no Cowboys Stadium, no Texas, em busca de $ 260.000,00 mil dólares. Valdiron venceu o americano Travis Briscoe na final, e faturou o prêmio.
O terceiro grande evento da temporada foi a quarta edição da Copa do Mundo da PBR realizado em Las Vegas. Essa, uma disputa entre países, e o Brasil venceu esta edição empatando com os EUA em duas conquistas para cada país. Neste evento os brasileiros faturam mais $ 200.000,00 mil dólares.
O quarto e último grande evento (o maior de todos) da temporada foi a Final Mundial em Las Vegas. Neste, os brasileiros confirmaram o domínio absoluto nos eventos de grande premiação. Renato Nunes venceu a etapa de Las Vegas, e faturou $ 320.000,00 mil dólares. Ele também conquistou o título mundial embolsando mais $ 1.000.000,00 milhão de dólares.
No total os brasileiros faturaram mais de $ 3.000.000,00 de dólares este ano no Built Ford Tough Series vencendo os principais eventos.

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Perfil de atleta



Conheça um pouco da vida e da rotina do agora Campeão Mundial Renato Nunes que reside no estado do Texas.

Fonte: PBR TV

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Silvano Alves, o primeiro "Rookie" brasileiro

O brasileiro de Pilar do Sul-SP conquistou o primeiro título de "Rookie of the Year" para o Brasil

Silvano Alves já chegou "assombrando" nos EUA este ano. Em sua primeira passagem por aqueles lados entre os meses de janeiro e fevereiro, o brasileiro montou dezesseis touros e parou em quinze nos eventos do Touring Pro Division. Na época, alguns americanos chegaram a dizer que ele terminaria a temporada no top5 do Built Ford Tough Series (top40 mundial).
Em abril Silvano estreiou no BFTS, em Nampa, e para a surpresa geral ele venceu o evento, reforçando a boa impressão que havia deixado em sua primeira passagem. O brasileiro venceu mais dois eventos na temporada (Memphis e Uncasville) e ficou em segundo em Las Vegas com cinco paradas em seis montarias, assim como o campeão do evento Renato Nunes.
Silvano Alves conquistou o título de Rookie of the Year com $ 319.980,00 mil dólares ganhos na temporada. Além disso obteve o melhor aproveitamento: 62,26%. Montou 53 touros e parou em 33.
Por pouco a previsão dos americanos não foi confirmada, pois o brasileiro terminou a temporada em oitavo. Mas em apenas meia temporada (17/33 eventos disputados) ele deu um título inédito para o Brasil, e confirmou seu grande talento.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Bones é Bicampeão Mundial

Nem Bushwacker e nem Major Payne, Bones superou os dois touros com a maior nota da temporada

Em uma temporada e meia Bones havia deixado de ser Bones. A temporada passada e a metade desta, o touro de Tom Teague passou apertado vendo JB Mauney, Shane Proctor e Valdiron de Oliveira "grudar em seu lombo". Mas depois de seis meses de descanço, o touro se recuperou, e comprovou isso em Las Vegas ao derrubar o Campeão Mundial Guilherme Marchi no short go. Em sua primeira sáida em Las Vegas, Bones havia somado 45,25 pontos empatando com Bushwacker na segunda posição, e sendo superado por Major Payne que somou 45,50 pontos. Na segunda e última saída Bushwacker somou 46,25 pontos assumindo liderança. Major Payne somou 46,00 pontos e empatou com Bushwacker somando no total de 91,50 pontos. Bones precisaria de 46,50 pontos para ser campeão, mas podemos dizer que o touro surpreendeu a todos e somou 47,25 pontos, a maior nota da temporada.
Com a vitória, Tom Teague faturou $ 250.000,00 mil dólares.

Eis o novo Campeão Mundial

Renato Nunes é o novo Campeão Mundial. O brasileiro conquistou seu primeiro título, e o sexto do Brasil

Renato Nunes alcançou a glória em Las Vegas. Em cinco rounds o brasileiro reverteu uma desvantagem de 1.300 pontos, e faturou a Fivela de Ouro de Campeão Mundial, e a fivela do evento onde embolsou mais $ 250.000,00 mil dólares. Ele repetiu o feito de Mike Lee, que em 2004 conquistou as duas fivelas também. O brasileiro saiu de Las Vegas com mais de $ 1.300.000 ,00 milhão de dólares no bolso.
Renato chegou no Thomas & Mack Center no domingo precisando de duas paradas nas duas últimas montarias em Las Vegas. Mas Austin Meier tratou de facilitar a vida do brasileiro, no round 5 o americano caiu do touro Pandemic, deixando o caminho livre para Renato enfim, alcançar seu objetivo: o titulo mundial. Renato não desperdiçou, a bordo do touro Willie Wilco somou 87,75 pontos e fez a festa em Las Vegas.
Renato Nunes é o 13º Bull Rider Campeão Mundial da PBR, e é o 4º brasileiro a alcançar esse feito depois de Adriano Moraes (94, 2001 e 2006), Ednei Caminhas (2002) e Guilherme Marchi (2008). O brasileiro de Buritama-SP entrou para a história cravando seu nome na fivela mais cobiçada do planeta: A Fivela de Ouro da PBR. E também "relembrou" ao mundo que nós somos a potência deste esporte, pois são seis títulos em dezessete edições. Parabéns Renato Nunes!

Renato Nunes vs. Willie Wilco

domingo, 24 de outubro de 2010

Renato Nunes assumiu a liderança do campeonato com mais um show dos brasileiros no round 4

Barba, cabelo e bigode. Robson Palermo em primeiro, Guilherme Marchi em segundo, e o agora líder do mundial Renato Nunes em terceiro. Brasileiros deram mais um espetáculo no Thomas & Mack Center

Os brasileiros "embalaram" na noite de sábado em Las Vegas, e também "abalaram" o Thomas & Mack Center na disputa do round 4. Robson Palermo puxou a fila somando 90,50 pontos a bordo do touro Hustlin. Com a vitória, o brasileiro faturou $ 25.000,00 mil dólares, e assumiu a décima posição no evento com 177,25 pontos em duas paradas. Desde 2008 quando venceu este evento, Palermo não passa em Las Vegas sem vencer ao menos um round. Outro que também já venceu este evento em 2005, o Campeão Mundial Guilherme Marchi, ficou em segundo neste round. A bordo do touro Priceless, Guilherme somou 90,00 pontos, e embolsou $ 18.000,00 mil dólares. Esta foi sua terceira parada em quatro montarias em Las Vegas. Guilherme Marchi ocupa a quinta posição no evento com 261,25 pontos.
Na terceira posição ficou ele, o agora líder do campeonato mundial, e líder do evento com cem por cento de aproveitamento: o brasileiro Renato Nunes.
Renato ultrapassou Austin Meier, e soma no total 11.172,25 pontos, são 118,25 pontos a frente do americano. No round 4 o brasileiro ficou na terceira posição ao somar 89,00 pontos a bordo do touro SoulJa Boy. Renato embolsou $ 7.375,00 mil dólares, pois houve um empate quadruplo nesta posição: Sean Willingham, Pete Farley e Cris Shivers também somaram 89,00 pontos, e embolsaram o mesmo valor de Renato.
Hoje é o dia da verdade, o dia em que saberemos quem entrará para o seleto "Hall" dos Campeões Mundiais. Hoje conheceremos o décimo terceiro Campeão Mundial da história da PBR, em sua décima sétima edição. E o quê tudo indica, o "Brasil" conquistará seu sexto título mundial, e o primeiro de Renato Nunes. Este competidor que até 2009 nunca esteve entre os favoritos, principalmente comparando com os competidores brasileiros. Este competidor que gerou dúvidas mesmo chegando em Las Vegas na terceira posição do campeonato. Este competidor que chegou com 1.300 pontos de desvantegem para o líder, e em quatro rounds assumiu a liderança colocando uma vantagem de mais cem pontos. Este competidor que com sua humildade, hoje, no Thomas & Mack Center em Las Vegas a partir das 19:30h no horário de Brasília, dará os seus últimos passos rumo ao título mundial. Serão dois rounds: Round 5 e short go. Dois touros, dezesseis segundos para o brasileiro de Buritama, no interior de São Paulo alcançar a glória!

Outros Brasileiros

Com um empate quadrulo na terceira posição, podemos dizer que Silvano Alves foi o quarto colocado neste round. Silvano somou 87,50 pontos a bordo do touro Pop Knot, e assumiu a sexta posição no evento com 260,75 pontos. São três paradas em quatro montaria do brasileiro. Outro que "infelizmente" está com três paradas em quatro montarias é Wesley Lourenço. O Tsunami Goiano estava invícto, mas acabou caindo do touro Kabookie neste round. Wesley caiu para a quarta posição no evento com 263,25 pontos. Estes dois brasileiros estão na briga direta pelo título de Rookie of the Year, pois Wesley ultrapassou o também brasileiro Paulo Lima, e assumiu a segunda posição no ranking. Silvano continua liderando a disputa com $ 179.480,00 mil dólares
ganhos na temporada. Wesley chegou aos $ 119.307,82 mil dólares, são um pouco mais de $ 80.000,00 mil dólares de desvantagem para Silvano. Mas a disputa está aberta, pois hoje $ 300.000,00 serão distribuidos em Las Vegas com a disputa dos dois rounds onde valem $ 50.000,00 mil dólares, a e mais o prêmio de 250.000,00 mil dólares para o campeão do evento.

Touros

Bushwacker somou e melhor nota da noite ontem: 46,25 pontos, e faturou o título da ABBI Classic. Com a vitória, Julio Moreno seu proprietário, faturou $ 250.000,00 mil dólares. Bushwacker também está na disputa do título mundial pela PBR, e com essa nota ele obriga os touros Major Payne e Bones se desdobrarem. Major Payne precisará somar os mesmos 46,25 pontos de Bushwacker se quiser ficar com o título, pois na primeira rodada Payne somou 45,50 pontos, contra 45,25 de Bushwacker. Já o Bones precisará somar 46,50 pontos, pois ele somou os mesmos 45,25 pontos de Bushwacker.
Pelo visto Julio Moreno vai embolsar mais $ 250.000,00 mil dólares.


Robson Palermo vs. Hustlin


Guilherme Marchi vs. Priceless


Renato Nunes vs. SoulJa Boy

sábado, 23 de outubro de 2010

Renato Nunes vence o round 3, e se aproxima do título

Renato Nunes venceu o round 3 de Las Vegas, e Wesley Lourenço foi o segundo. Os dois estão cada vez mais perto de conquistar as duas fivelas mais importantes da temporada

Renato venceu o round 3, e está agora apenas 119,00 pontos atrás do líder Austin Meier que caiu neste round do touro Hawaiian Ivory. JB Mauney também caiu, e agora é o terceiro colocado com 326,75 pontos atrás do líder.
A bordo do touro Closed Gangster, Renato somou 89,25 pontos e venceu o round. Com a vitória ele embolsou $ 25.000,00 mil dólares, e também assumiu a liderança do evento com 267,25 pontos. O brasileiro tem cem por cento de aproveitamento em Las Vegas.
Outro que está com cem por cento de aproveitamento é o também brasileiro Wesley Lourenço. O "Tsunami Goiano" foi o segundo colocado neste round, e assumiu também a segunda colocação no evento com 263,25 pontos. Wesley montou o touro Foolish Pride e somou 88,25 pontos, e de quebra, o brasileiro embolsou $ 18.000,00 mil dólares.
Melhor do quê isso, só dois disso! O quê poderia ser melhor do quê ver dois brasileiros fazendo uma dobradinha no round 3? Vê-los fazendo mais nos rounds 4, 5 e 6. Se isso vai acontecer não sabemos, mas sabemos que as três fivelas mais importantes da temporada estão cada vez mais perto do Brasil. Já pensou saírmos de Las Vegas com as fivelas de Campeão Mundial, Campeão de Las Vegas e Rookie of the Year?

Outros Brasileiros

Dos outros cinco brasileiros que ainda disputam o evento, apenas Robson Palermo caiu de seu touro. Guilherme Marchi e Paulo Lima empataram na sétima posição com 87,00 pontos. Silvano Alves foi o décimo primeiro com 86,50 pontos, e Valdiron de Oliveira foi décimo sétimo com 82,75 pontos. Essa montaria não ajudou em nada o brasileiro na busca pela liderança.
Enfim, podemos dizer que o round 3 foi "verde e amarelo", e que o quarto seja ainda melhor.


Renato Nunes vs. Closet Gangster


Wesley Lourenço vs. Foolish Pride

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

O round 3 vem aí

Hoje acontece a disputa do round 3, e óbviamente, a antenção estará voltada para os quatro primeiros colocados: Austin Meier, JB Mauney, Renato Nunes e Valdiron de Oliveira. Nós brasileiros também estaremos de olho em Wesley Lourenço, pois o "Tsunami Goiano" está invícto em Las Vegas, e está na briga pela fivela do evento.
A boiada já foi sorteada, então vamos analisar os touros desses cinco competidores.

Wesley Lourenço vs. Foolish Pride- Este touro tem na carreira 16 saídas e sete paradas. Nesta temporada não derrubou ninguém, mas vive seu melhor momento com uma média de 22,00 pontos. Seu último evento foi o de Springfield, Luke Snyder somou 89,00 pontos.

Valdiron de Oliveira vs. Ready Freedy- Este touro estreiou este ano na PBR, foram quatro saídas e uma parada de Skeeter Kingsolver de 86,25 pontos. Em sua última saída no evento de Uncasville, conseguiu sua melhor nota da carreira: 44,25 pontos.

Renato Nunes vs. Closet Gangster- Ele estreiou no útimo evento em Columbus, foram duas saída e uma parada. Cordy McCoy somou 88,00 pontos.

JB Mauney vs. Little Hummer- Mais um que estreiou em 2010, em Ontario. Está invícto com duas saídas, e sua melhor nota foi 44,00 pontos.

Austin Meier vs. Hawaiian Ivory- Este tem na carreita 17 saídas e sete paradas. Não vive a grande fase que já viveu como em 2009 onde conseguiu uma nota 46,25 mas pode complicar. Em 2010 foram 6 saídas e 3 paradas.

Análise

Os cinco competidores escolheram bons touros, teóricamente todos projetam notas a partir dos 88,00 pontos. Talvez Wesley Lourenço e Austin Meier tenham uma missão mais árdua, mas em compensação seus touros poderão consagra-los neste round. Os demais são touros jovens, podemos esperar de tudo deles.


Foolish Pride


Hawaiian Ivory

Jeff Robinson é eleito o "Stock Contractor of the Year"

Um dos melhores "Tropeiros" do mundo, Jeff Robinson, é eleito pela primeira vez o "Tropeiro do Ano"

Robinson foi eleito quase em unânimidade pelos os competidores do top40. Hoje o americano da Carolina do Norte certamente tem a melhor boiada do planeta. Para se ter uma idéia, cinco dos oito touros que disputam o título mundial pertencem a Robinson: Voodoo Child, Chicken on a Chain, Uncle Buck, Major Payne e Highway 12. Isso sim é um plantel de primeira linha.

Fonte: PBR

Brasileiros dominam o round 2 de Las Vegas

Das dez paradas do round 2 de Las Vegas, cinco foram dos brasileiros. Destaques foram a vitória de Valdiron de Oliveira, e as paradas de Renato Nunes e Wesley Lourenço

Eita goiano raçudo! Valdiron de Oliveira mostrou porquê é considerado o cowboy mais duro do planeta. O touro Spit Fire judiou do Furacão Goiano, mas ele travou os joelhos na paleta do touro, e conseguiu o tempo. Valdiron somou 91,50 pontos, e venceu round, onde também embolsou $ 25.000,00 mil dóalres, e de quebra, entrou na briga pelo título, já que diminuiu a diferença para o líder Austin Meier de 1.585 pontos para 1.094 pontos.
Na segunda posição ficou o americano Ned Cross, que a bordo do touro Black Pearl somou 91,00 pontos. Ned embolsou $ 18.000,00 mil dólares, e lidera o evento com 178,75 pontos conquistados até agora.
Se o Furacão Goiano ficou primeiro, O Tsunami Goiano ficou na terceira posição. Wesley Lourenço, o campeão da edição brasileira do Iron Cowboy somou 89,50 pontos a bordo do touro Red Hot, e faturou $ 12.000,00 mil dólares. Wesley também tem cem por cento de arpoveitamento, e está na quarta posição com 175,00 pontos na disputa pela fivela do evento.
Outro que está cem por cento no evento, e cada vez mais perto do título é Renato Nunes, o brasileiro foi o quarto colocado neste round. A bordo do touro Chicken on a Chain, Renato somou 89,00 pontos, e faturou $ 10.000,00 mil dólares. Com essa parada, ele diminuiu a diferença que era de 900 pontos para 608,25 pontos em relação ao líder Austin Meier, que caiu do touro Braveheart neste round. A cada dia que passa, o "trofeuzão" está cada vez mais perto do Brasil.
Outros dois brasileiros também pararam em seus touros: Paulo Lima e Elton Cide. Paulo foi o sexto colocado, e embolsou $ 2.500,00 mil dólares. Já Elton não faturou nada, mas se despediu de Las Vegas saindo pela porta da frente. O "Complicado" somou 86,00 pontos a bordo do touro Hot Pistol, e ficou na nona posição neste round.
Esse foi o segundo dia de competições em Las Vegas, e como vimos, a "brasileirada" fez a festa no Thomas & Mack Center. Tomara que hoje na disputa do round 3 a festa seja ainda maior.

Touros

Major Payne lidera a disputa pelo título mundial com 45,50 pontos. Bones e Bushwacker estão em segundo com 45,25 pontos cada. Comparando com a temporada passada, os touros estão um degrauzinho abaixo. Pois em 2009, Code Blue e Voodoo Child também disputaram o título ponto a ponto, mas com todas as notas na casa dos 46,00 pontos.
Veremos no domingo na disputa do short go, quem será o Campeão Mundial de 2010, e se eles vão "melhorar" a ponto de alcançar os 46,00 pontos.


Valdiron de Oliveira vs. Spit Fire


Wesley Lourenço vs. Red Hot


Renato Nunes vs. Chicken on a Chain

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Os americanos vão a loucura

Como sabemos, dois americanos estão na liderança do campeonato: Austin Meier em primeiro, e JB Mauney em segundo. E dois brasileiros ocupam a terceira e quarta posição: Renato Nunes e Valdiron de Oliveira. Na noite de ontem, a sequência das montarias começou com o 40º colocado Dustin Elliottt, que acabou vencendo o round com 89,25 pontos, e terminou com Austin Meier. (Óbviamente citando apenas os top 40)
Imaginem a expectativa nas quatro últimas montarias! Valdiron de Oliveira, o quarto colocado do campeonato foi o primeiro a pedir a solta, mas acabou caindo do touro Minor Incident. "Alívio" dos americanos. Chegou então a vez de Renato Nunes, a bordo do touro Pit Boss. Renato pediu a solta, e somou 89,00 pontos. A segunda melhor da noite. Com isso jogou toda a responssabilidade para JB Mauney e Austin Meier. JB montou o touro Train Wreck, e para desespero de seus compatriotas, caiu, e deixou Renato encostar na briga pelo campeonato. Chegou então a vez de Austin Meier, o líder do campeonato. Austin pediu a solta, e partiu pra cima do RMEF Elk Country com vontade. O Boizinho deu trabalho pro americano, mas ele foi raçudo, e parou no touro para a loucura dos americanos.
Vendo este round, nota-se que não é à toa que esses dois competidores, Austin Meier e Renato Nunes brigaram durante todo o campeonato, se revezando na liderança. E a comemoração da platéia também é compeensível. (risos)

Que boiada é essa?

Me deu até medo quando ví a boiada que entrou no sorteio do round 2. Pense na boiada mais dura do planeta: Pois é, é essa mesmo!

Junte os oito touros que irão disputar o título mundial, mais uns quinze do mesmo nível. Pois é, essa será a boiada que irá tirar o pé do chão hoje no Thomas & Mack Center. Bones, Big tex, Chicken on a Chain, Highway 12, Major Payne, Uncle Buck, Voodoo Child, Carrillo Cartel, Yellow Jacket Jr. etc... etc... A peãozada vai passar apertada hoje em Las Vegas.

Veja alguns duelos interessantes na noite de hoje do round 2:

Renato Nunes vs. Chicken On a Chain- Renato já montou esse touro cinco vezes caindo apenas uma. Nas paradas, todas as notas foram na casa dos 90 pontos, incluindo os 95,75 pontos no evento de St. Louis em 2008. Tem chances de vencer o round 2 hoje.

JB Mauney vs. Bones- JB montou esse touro uma vez no desafio de Oklahoma em 2009 onde faturou $ 20.000,00 mil dólares. Na ocasião somou 93,50 pontos. Nessa eu dou 51% pro touro, e 49% pro peão. Chega arrepiar só de pensar nesse duelo.

Valdiron de Oliveira vs. Spit Fire- Um dos touros mais duros do mundo. Tem no currículo 50 saídas e 9 paradas apenas, mas Valdiron é a pedra no sapato deste animal, pois as últimas três paradas neste touro foram do goiano. Todas nas casa dos 90,00 pontos.

Guilherme Marchi vs. Highway 12- Este touro estava ivícto até a semana passada quando Valdiron somou 92,25 no short go de Columbus. Agora é chance do Campeão Mundial de 2008 Guilherme Marchi se firmar no evento, e entrar de vez na briga pela fivela do mesmo.

Kody Lostroh vs. Voodoo Child- O Campeão Mundial de 2009 Kody Lostroh já montou este touro três vezes, e não obteve sucesso. Mas como todo peão é teimoso, o americano escolheu um dos favoritos ao título para passar a corda. Também dou 51% pro touro e 49% pro peão.

Dustin Elliott venceu o round 1 de Las Vegas com Renato Nunes em segundo

Pois é, Dustin Elliott e Renato Nunes "quebraram as pernas" de alguns apostadores, pois os "azarões" agarraram no subaco da boiada e fizeram 1º e 2º no primeiro dia de competições em Las Vegas

Como são as coisas... o último classificado do top 40 para a Final Mundial deu um "cala a boca" em todos, e faturou o round. E o "menos cotado" para o título deixou os favoritos para trás, e largou na frente rumo ao campeonato mundial.
O americano Dustin Elliott, 40º colocado no ranking da PBR somou 89,25 pontos a bordo do touro Hee Bee Gee Bee, e venceu o round 1 de Las Vegas. O brasileiro Renato Nunes, terceiro colocado no campeonato, montou o touro Pit Boss, e somou 89,00 pontos ficando na segunda posição. Renato diminuiu a diferença para o líder Austin Meier que era de 1.300 pontos, para 947,25 pontos. Meier parou em seu touro, mas somou apenas 85,50 pontos, ficando na 15ª posição neste round. Os outros dois concorrentes diretos ao título JB Mauney e Valdiron de Oliveira caíram de seus touros.
Vendo a montaria de Renato Nunes, cheguei a conclusão de quê o "Doidinho" está com a faca nos dentes. Tomara que ele continue assim, e busque essa fivela. Mas, tem muita água pra passar por debaixo desta ponte.

Outros Brasileiros

Dos nove brasileiros que estão em Las Vegas, quatro caíram de seus touros: Valdiron de Oliveira, Robson Aragão, Elton Cide e Paulo Lima.
Aragão se despediu do evento, pois ele se classificou pelo Touring Pro Division, e desses, apenas os dois primeiros colocados se classificariam para o restante do evento. Já Elton Cide tem mais um round, e terá que vencer o round 2 se quiser sonhar com a classificação no top 40. Valdiron de Oliveira até saiu no lucro, pois mesmo não pontuando, viu o líder Austin Meier abrir apenas 85,50 pontos. Mas agora são cinco rounds apenas para ele tirar essa diferença. Paulo Lima segue no mesmo caminho de Valdiron, pois apesar de Silvano Alves ter parado em seu touro, ele não faturou nada ontem.
Dos que pararam além de Renato Nunes e Silavano Alves já citados, Robson Palermo ficou na 10ª posição com 86,75 pontos. Wesley Lourenço, estreiante nos EUA, fez bonito e parou em seu touro somando 85,50 pontos emapatando na 15ª posição com Austin Meier. E o Campeão Mundial Guilherme Marchi ficou na 16ª posição com 84,25 pontos

Touros

MoeBandy.com foi o melhor touro da noite com 45,50 pontos. Ele derrubou o americano Jason O'Hearn. Na disputa da ABBI Finals, ele mesmo, Bushwacker, o touro do Julio Moreno largou na frente rumo ao título com 45,25 pontos. Na segunda posição ficou Bad Blake com 44,75 pontos, e em terceiro ficou Moon com 44,25 pontos. Todos saíram invíctos da arena do Thoams & Mack Center.


Dustin Elliott vs. Hee Bee Gee Bee


Renato Nunes vs. Pit Boss

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Chegou a hora!

Um evento, seis rounds, cinquenta e quatro competidores, cento e cinquenta touros, e mais de $ 3.000.000,00 milhões de dólares distribuídos. Essa é a 17ª edição da PBR World Finals que começa hoje em Las Vegas

Uma final que promete! Afinal, ao menos quatro grandes competidores estão na briga direta pelo título: Os americanos Austin Meier e JB Mauney, líder e vicelíder do campeonato, e os brasileiros Renato Nunes e Valdiron de Oliviera, terceiro e quarto colocados respectivamente. Apenas 1500 pontos separam o líder Meier do quarto colocado Oliveira, neste evento serão distribuídos mais de 5.000 pontos, portanto, a briga pela Fivela de Ouro está mais do quê aberta.
Outra tres disputas também chamarão a atenção dos fãs: A disputa pelo título de "Rookie of the Year", a disputa pelo título mundial entre os touros, e também a disputa da ABBI Classic.
Na disputa dos "Rookies", dois brasileiros estão na briga: Silvano Alves e Paulo Lima. Silvano lidera com $ 179.480.00 mil dólares, são mais de 80.000,00 de vantagem para Paulo Lima que faturou até agora $ 96.198,15 mil dólares. A pricípio esse título já é do Brasil, mas em um evento onde serão distribuídos mailhares de dólares, ainda não podemos comemorar.
Na disputa dos touros, dois animais chegam com força em Las Vegas: Bushwacker e Major Payne. No momento esses dois touros estão "tirando o pé de chão" de verdade, mas, óbviamente que não podemos descartar touros como Voodoo Child e Bones, que também estão na disputa.
Já na disputa da ABBI, difílcilmente a fivela não será de Bushwacker, pois hoje, esse é o melhor touro do mundo. Ele lidera o campeonato com quase 40.000,00 mil dólares de vantagem para o segundo colocado, o touro Moon. Bushwacker terá a chance de repetir o feito de Bones, que em 2008 ganhou as duas fivelas: Campeão da ABBI, e Campeão Mundial pela PBR.
E hoje já veremos esse grande touro em ação, pois começa hoje a disputa da "ABBI Finals" no round 1 da Final Mundial. Dos cinquenta e quatro touros deste round, quarenta são os touros da ABBI Classic que estão nesta disputa. Bushwacker e Moon, os concorrentes direto por esse título já vão tirar o pé do chão hoje no Thomas & Mack Center, o americano Harve Stewart sorteou Bushwacker, e o brasileiro Elton Cide sorteou Moon. Outro duelo interessante será de Travis Briscoe (8º colocado) contra Deja Blu. Boa sorte a esses competidores.
A disputa do round 1 começa as 21:00h no horário local, e desde já desejemos sorte aos nove brasileiros que estão em Las Vegas. Temos chances de trazer os três títulos: Campeão Mundial, Campeão do Evento e Rookie of the Year, boa sorte "Brazucas"!

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Valdiron de Oliveira, a esperança do Brasil


Valdiron de Oliveira, esse é o brasileiro que hoje tem as maiores chances de "bater" Austin Meier e JB Mauney, líder e vicelíder do campeonato. Renato Nunes está em terceiro, mas não vive um bom momento. Em um confronto contra touros como Bones, Bushwacker e Uncle Buck por exemplo, difícilmente o brasileiro teria sucesso. Não que os outros tivessem, mas o momento, e até o estilo Renato Nunes, poderão deixa-lo de fora da briga pelo título mundial.
Já Valdiron de Oliveira vive um momento diferente. Hoje, é um dos cowboys mais duros do planeta. Nesta temporada já parou em touros como Bones, Spit Fire, Major Payne e Uncle Buck, três máquinas de pulo que passaram apertado na corda do goiano literalmente, e em Las Vegas, os melhores touros dos EUA estarão presentes, portanto, o "Furacão Goiano" é o cara que pode "chegar o reio" nessa boiada.
Depois de ter se recuperado da lesão no ombro, Diron voltou a competir em alto nível, hoje ele é o quarto colocado no campeonato com 1.700 pontos de desvantagem para Meier. Mas em um evento como o de Las Vegas, onde mais de 5.000 pontos estarão disponíveis, o "Iron Cowboy" de 2010 chega com tudo pra fazer bonito no Thomas & Mack Center.
Valdiron de Oliveira, o goiano de Aparecida de Goiania, o cowboy que mais faturou na temporada 2010 (400 mil dólares) é a esperança do Brasil rumo ao sexto título mundial.

Anunciado os oito touros que irão disputar o título em Las Vegas

A PBR anunciou os oito touros que irão disputar a fivela de Campeão Mundial no Thomas & Mack Center em Las Vegas

Oito "máquinas" vão em busca da Fivela de Ouro, e mais um belo prêmio de $ 250.000,00 mil dólares a partir desta quarta-feira no Thomas & Mack Center em Las Vegas. A seleção dos animais envolveu os competidores do top40, o diretor de boiada Cody lambert, e até os fãs. Os competidores votaram em cinco animais, Cody Lambert escolheu um, e os fãs puderam escolher mais dois touros.
Os competidores escolheram os touros Bones, Bushwacker, Major Payne, Uncle Buck e Voodoo Child. Cody Lambert escolheu o Big Tex. Na eleição promovida pelo site da PBR onde os fãs puderam escolher dois animais, Voodoo Child e Bushwacker foram os vencedores, mas como os competidores já haviam escolhido esses animais, Chicken on a Chain e Highway 12, terceiro e quarto colocados na escolha dos fãs, herdaram as vagas.
Esses touros vão disputar dois rounds, e o touro que somar o maior número de pontos será o Campeão Mundial de 2010. No domingo, dia 24 de outubro, veremos qual dessas "máquinas" ostentará o título de Campeão Mundial.

Análise

Bones- Em 2008 fez história: Ganhou no mesmo ano o título da ABBI Classic, e o título mundial da PBR. Na carreira são 30 sáidas e 3 paradas apenas. Começou a atual temporada em baixa, onde foi vencido por Shane Proctor em Nova Yorque, e Valdiron de Oliveira em Arlington, no Texas. Depois de um belo descanço, voltou a competir no mês de agosto, e parece ter retomado sua melhor forma. Disputou quatro eventos, e ganhou duas fivelas (Greenville e Charlottesville). Portanto, o Campeão Mundial está no páreo.

Big Tex- São 38 sáidas na PBR, e 3 paradas apenas. Mas apesar dos números, não é mais o touro que já foi até a temporada passada. Digamos que Big Tex já foi um touro de 23,00 e 23,50 pontos. Hoje é um touro 22,00 22,50 pontos. Em 2010 foram 15 saídas e 2 paradas apenas, e também faturou uma fivela em Nampa. Apesar de seus 92,1% de AP, dificilmente terá forças para competir com os demais.

Bushwacker- Este é um dos grandes favoritos ao título. Aos cinco anos, o touro de Júlio Moreno poderá repetir o feito Bones: Ser campeão da ABBI e da PBR no mesmo ano. No campeonato da ABBI Classic, Bushwacker lidera com quase $ 40.000,00 dólares de vantagem sobre o segundo colocado. Em 2010, ao lado de Braveheart, alcançou uma nota 47,00 (a maior da temporada). Pela ABBI Classic ele repetiu o feito. Na PBR são 13 saídas e 1 parada apenas, o brasileiro Tiago Paguioto parou neste touro na Final de 2009. Em 2010 Bushwacker está invícto com 9 saídas.

Chicken on a Chain- O Campeão Mundial de 2007 é o touro favorito dos competidores. Na PBR são 66 saídas e 20 paradas. Dessas, apenas 3 foram abaixo dos 90 pontos. Em 2010 foram 18 saídas e 6 paradas apenas. Apesar de ser um animal de grande qualidade, com uma média 22,50 difícilmente irá brigar pelo título.

Highway 12- Aos quatro anos, Highway 12 é a revelação do campeonato. Nesta temporada foram 7 saídas e uma parada apenas. Valdiron de Oliveira somou 92,00 pontos no domingo passado em Columbus. Sua média é de 22,50 pontos, mas com essa idade, esse novato tem potêncial para surpreender em Las Vegas.

Major Payne- Um dos touros mais duros da PBR. São 48 saídas e duas paradas apenas na carreira. Começou mal a temporada 2010, onde aconteceram as paradas, mas se recuperou no decorrer do campeonato. Foi o touro que mais trabalhou nesta temporada com 25 sáidas, mas apesar de tanto esforço, esse "Girão" vem dando trabalho. Major Payne já conquistou seis fivelas em 2010, a última em Columbus, onde somou 46,00 pontos. Portanto, este touro chega muito bem em Las Vegas, e é um dos favoritos ao título.

Uncle Buck- Considerado por muitos o touro mais difícil de ser montado, pois esse é do tipo que "inventa pulo". Na PBR são 39 saídas e 3 paradas apenas. Mas Uncle Buck é mais complicado, pois ele oscila bastante. Em um final de semana ele consegue uma nota 46,00 no outro, uma nota 44,00. Apesar de ser um touro muito duro, difícilmente levará a fivela, mesmo saindo invícto de Las Vegas.

Voodoo Child- Começou o ano com um furacão! Disputou oito eventos consecutivos e faturou sete fivelas, todas as notas de 46,00 pontos acima. Depois disso caiu de rendimento, vindo conquistar outra fivela apenas em Grenville, onde somou 46,25 pontos. Em Columbus somou apenas 44,75 pontos, demonstrando que ainda está oscilando. Mas ele é o Voodoo Child, portanto não podemos descartá-lo.

sábado, 16 de outubro de 2010

Travis Briscoe venceu em Nova Yorque

O americano Travis Briscoe venceu a última etapa da Final Five Showdown que aconteceu em plena Times Square na cidade de Nova Yorque. A bordo do touro Sky Hawk, Briscoe somou 87,00 pontos, chegando a um total de 287,00 pontos no evento. Na segunda posição ficou o também americano JB Mauney, que somou 85,50 pontos montando o touro Flying J Saddles. JB chegou a um total de 265,50 pontos, e diminuiu a diferença para líder Austin Meier que caiu de seu touro. Na terceira posição o Campeão Mundial de 2004 Mike Lee, e o brasileiro Valdiron de Oliveira empataram. Ambos somaram 84,50 pontos a bordo de seus touros.
Este evento na Times Square acabou abrindo novas possibilidades para a PBR, comprovando que um evento pode ser realizado em qualquer parte do planeta. E pelo andar da carruagem, poderemos ver um dia, eventos sendo realizados em grandes centros europeus, asiáticos e sulamericanos, e por quê não africanos também?
Agora o Built Ford Tough Series parte para sua última parada: Las Vegas! A Final Mundial começa na próxima quarta-feira, no Thomas & Mack Center. Estaremos na torcida pelos nossos brasileiros que vão "chamar duro" em cima daquela boiada complicada. Boa Sorte a todos!

Travis Briscoe vs. Sky Hawk

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Última etapa da Final Five Showdown acontece hoje em NY

Alguém poderia imaginar touro pulando na avenida mais famosa do planeta? Pois é, hoje, a partir das 13:00h no horário local, veremos um show de montaria no coração da Broadway.
Em plena Times Square, na cidade de Nova Yorque, acontece hoje a última etapa da Final Five Showdow, onde os dez primeiros colocados do campeonato disputam um round extra visando uma pontuação melhor para a Final Mundial que começa na próxima quarta-feira em Las Vegas. Isso sim é um exemplo de promoção do campeonato, e também do maior evento da temporada que é a "PBR World Finals". Este evento será transmitido no domingo para todo o país através do canal de tv CBS. Neste dia saberemos também quais serão os oito touros que irão disputar a fivela de Campeão Mundial.

Veja o sorteio

1. Silvano Alves* vs. Bandalero (Jeff Robinson / Justin Cornwell)
2. Shane Proctor*vs. Hank (Jeff Robinson / L & G Cattle Co.)
3. Travis Briscoe vs. Skyhawk Cut A Rug (Jeff Robinson Bucking Bulls)
4. McKennon Wimberly vs. Little Mr. T (Jeff Robinson / Roy Carter)
5. Robson Palermo vs. Despicable Me (Jeff Robinson Bucking Bulls)
6. Mike Lee vs. Chicken Licken (Jeff Robinson / Scruggs / Rockin RA3)
7. Ryan McConnel vs. Hypnotized (Jeff Robinson Bucking Bulls)
8. Valdiron de Oliveiravs. Alejandro (Jeff Robinson Bucking Bulls)
9 J.B. Mauney vs. Flying J Saddles (Jeff Robinson Bucking Bulls)
10 Austin Meier vs. Mac-Nett's El Presidente (Jeff Robinson Bucking Bulls)